"O Bonsai é um breve pensamento poético que nos toca o coração.”

O bonsai é uma arte de possibilidades ilimitadas.

02 março 2010

Como cuidar - JABUTICABEIRA.

Flores da jabuticabeira


Família Mirtáceas
Origem: Brasil, e  outros países da América do Sul (Colômbia, Paraguai
Porte: Atinge até 15m. de altura
Floração: inverno e início da primavera
Propagação: Por sementes ou alporquia
Luminosidade: sol pleno/meia Sombra.
Regas: manter o solo úmido
Solo: Areno-argiloso rico em matéria orgânica.

A jabuticabeira é uma árvore frutífera muito popular no Brasil. Possui o tronco liso ramificado com uma característica de desligar a casca ao longo do tronco e galhos. Possui folhas ovalada e pequenas, com uma coloração verde-brilhante. Suas flores são pequenas e brancas surgem em cachos agarrado no tronco e galhos da árvore.
A jabuticabeira não suporta geada forte, portanto devemos protegê-la do frio, principalmente se a temperatura estiver abaixo de 15ºC.
A variedade Sabará é uma ótima escolha pois possui as folhas e frutos pequenos.




Ambiente - Mudas jovens crescerão melhor se forem colocadas em meia sombra, entretanto depois de alguns anos elas deveram ficar a soalheira.

Solo - O solo de plantio para a jabuticabeira deverá ser ácido, rico em matéria orgânica, com boa capacidade de reter água e umidade sem, contudo permanecer encharcado. As jabuticabeiras precisam de muita umidade para floresceram. O solo deve conter uma boa quantidade de matéria orgânica (casca de pinheiro ralada, matéria orgânica curtida, palha de arroz calcinada e etc.) Atenção: Toda a matéria orgânica deverá ter passado por um período de curtição por no mínimo 180 dias, ou poderão danificar as raízes da árvore bem como a formação de gases tóxicos no solo prejudicará à planta. Depois de curtida toda matéria orgânica deverá ser secada ao sol por alguns dias antes de armazená-la. Uma boa composição do solo para o plantio de nossa jabuticabeira é a combinação de: 20% de areia grossa ou pedrisco 3 mm (não calcária) + 20% de cacos de tijolos 3 mm + 60% de matéria orgânica. Todos os componentes do solo deverão estar secos e peneirados para a retirada de partículas muito miúdas e do pó antes de ser usado. Essa mistura é para cidades de clima quente. Caso você more em locais mais frios use uma mistura com menos matéria orgânica e mais cacos de cerâmica.

Rega - Regue generosamente durante os meses de Verão, a jabuticabeira adora solos encharcados e diminua a freqüência da rega durante o Inverno. É importante deixar sempre o solo 
umido.

Adubação - Faça uma adubação com adubo líquido a cada quinze dias, do início da Primavera até o final do Verão. Durante o Outono e o Inverno, diminua a freqüência, e adube apenas uma vez por mês. As Jabuticabeiras gostam muito de adubos ricos em fósforo. Ex.: NPK 4-12-4. Um adubo (orgânico) riquíssimo em fósforo é a farinha de osso. Dois meses antes da floração deverá ser usado um adubo rico em fósforo Ex.: NPK 4-12-8 que seguirá até inicio da floração. Não adube durante a floração.  Suspenda a adubação tão logo os pequenos botões surjam no tronco e volte a aduba-las quando os frutos já estiverem formados. Existem adubos de ação lenta e de varias formulações como Osmocote, que poderá ser usado. Uma mistura orgânica que produz resultados excelentes é: Torta de Algodão ou Mamona 50% + Farinha de osso 50% colocada na borda do vaso a cada trinta dias na proporção de uma colher de sopa rasa para vasos com 20 a 22 cm de comprimento (vasos menores ou maiores deverão receber quantidade proporcional ao seu tamanho). Coloque a mistura em um potinho perfurado e enterre no vaso para que a mistura não se espalhe e com o tempo torne o substrato do vaso compactado - retire o potinho com a mistura a cada 2 meses).  Outro modo é fazer uma rega semanal ou uma pulverização semanal usando para isso a mistura feita com 2 colheres de sopa rasa de uréia dissolvida em 10 Litros de água. Regue ou pulverize a uréia sempre ao entardecer, pois ela se evapora com a luz. Use adubo contendo micros nutrientes S, B, Cu, Mn e Zn pelo menos duas vezes ao ano. De preferência aos adubos foliares.




Poda - Se o seu Bonsai estiver em formação, deixe o galho crescer livre até que alcance a grossura de um palito de fósforo então pode todos os brotos no segundo ou quarto par de folhas. Faça esta poda até que seu bonsai esteja definido. Na poda de manutenção pode sempre que os novos ramos alcançar oito ou dez pares de folha ou quando as folhas dos novos brotos estiverem com uma coloração verde escura e as gemas apicais estiverem inchadas. Observe as gemas e pode quando estas começar a inchar. Pode deixando apenas um par de folhas. Esta poda ajuda a manter a forma do bonsai. Você pode fazer podas drásticas ou remoção de galhos durante todo o ano, porém, a melhor época é durante a Primavera. A Jabuticabeira aceita a desfolha no verão, isso dará a planta uma linda cor primaveril, corte o pecíolo deixando parte dele agarrado ao ramo a desfolha diminuirá o tamanho de suas folhas e entre nós. Desfolhe apenas plantas adultas e sadias. Remova todos os brotos que forem indesejados - os que surgirem nas axilas dos galhos secundários e terciários podem ocorrer o nascimento de brotos nas raízes, retire-os também se isso ocorrer. Mantenha sempre o solo limpo sem ervas daninhas ou folhas secas.
Use sempre tesouras de podas e alicates bem amolados para que os cortes sejam limpos. Mantenha sua ferramenta sempre limpa para que não transmita alguma doença através da poda. Não economize quando for comprar suas ferramentas, as melhores são geralmente mais caras.
Árvores com troncos lisos como os das Jabuticabeiras devem ser livres de marcas, portanto podas efetuadas com ferramentas de excelente qualidade proporcionarão uma cicatrização rápida e perfeita.  Nas Jabuticabeiras essas marcas logo desaparecerão. Na troca de terra podar no máximo 50 % das raízes.



Transplante - A melhor época para o transplante é no fim do outono ou no início da primavera, bem no início dela - muito embora quando eu estava morando no Rio de Janeiro dava preferência por fazê-la em meados do verão com excelentes resultados na brotação. Algumas Jabuticabeiras ainda florescem após terem tido as suas raízes podadas, eu aconselho que se retirem os frutos  resultantes desta floração a fim de preservar a energia para o crescimento das novas raízes e ramos. Faça o transplante somente a cada dois anos, fazendo uma poda moderada das raízes. Deve-se providenciar a troca de terra da Jabuticabeira Anualmente ou a cada dois anos a freqüência vai depender de fatores tais como idade, tipo de solo e tamanho de vaso. Em regiões onde o inverno é frio faz-se o transplante normalmente no inicio da primavera quando inicia sua brotação intensa para que a planta tenha tempo suficiente para se restabelecer antes que chegue o inverno. Nunca adube plantas doentes ou recém transplantadas. Na troca de terra podar no máximo 50 % das raízes. Use uma mistura de solo areado com muita matéria orgânica.


Aramagem - A Jabuticabeira é uma árvore que se modela facilmente, bastando podas freqüentes, se for preciso aramar, tome algum cuidado, pois seus galhos são quebradiços. Deve-se aramar a Jabuticabeira no início da primavera, ou no verão quando se fizer a desfolha. Os arames podem permanecer na árvore por até seis meses, mas nunca deixe que eles façam marcas na casca. Se os arames estiverem penetrando na casca tire-os imediatamente. Deve-se evitar o uso de arames de cobre. Use arames encapados ou proteja o tronco do contato com ele. Tencionar os ramos tem sido uma técnica muito usada para alcançar a forma desejada, tencione o galho cuidadosamente, quando sentir que não é possível dobrar mais o galho pare. Se for preciso tencionar mais o galho para que chegue a posição desejada, espere mais seis meses ou um ano até que a planta esteja restabelecida do primeiro movimento para tencioná-lo novamente.


PROPAGAÇÃO - É bastante simples, pode ser feita através de sementes principalmente se as sementes forem semeadas logo após serem retiradas do fruto. Mudas de sementes demoram a produzir frutos, então é recomendável que se obtenha um bonsai através do alporque de um galho que já esteja frutificando, utilizando algum tipo de hormônio para forçar o aparecimento das raízes. A época recomendada para o alporque é o final do Inverno. Existem varias espécies de jabuticabeiras no Brasil, entretanto eu recomendo que se trabalhe com a espécie Sabará cujas folhas são bem reduzidas. A Jabuticabeira Sabará feita de sementes leva prá cerca de 20 anos para frutificar. O alporque levará cerca de um ano.


Doenças - As Jabuticabeiras são plantas muito resistentes, mas podem ocorrer ataques de pulgão e cochinilhas, estes podem ser tratados facilmente com inseticida para plantas ornamentais. Pode aparecer também a ferrugem que pode ser combatido com calda bordalesa. Não se esqueça: existindo um problema, combata-o com brevidade para evitar a debilitação do bonsai.

Estilos - Tronco vertical, Vassoura, Moiogi, Tronco duplo, Bosque e outros.
Dicas
- Molhe sempre seu bonsai pelo menos uma hora antes de efetuar a adubação.
- Plante a Jabuticabeira em vaso fundo.
- Pulverize as folhas em dias muito quente, seco ou com vento.
- Ao desfolhar a Jabuticabeira aproveite para corrigir o posicionamento dos galhos.
- As mirtáceas guardam energia que podem provocar brotações após terem suas raízes podadas, estas brotações não são sinais que as suas raízes estejam crescendo  a baixo do solo, e que esteja tudo bem com a planta. Tome muito cuidado com isso e aprenda a identificar este tipo de crescimento ,pois se você usar adubos para incentivar o crescimento destes novos ramos poderá matar sua árvore.


*********************************************************************************

- Se tiver dúvidas de como aplicar os métodos a cima busque a orientação de bonsaístas experientes.
Faça um curso. Existem excelentes bonsaístas que ministram cursos de alta qualidade. Não veja isso como um gasto, mas como um investimento para o futuro.  Você mudará a sua maneira de ver o Bonsai.
Usar as técnicas aprendidas de maneira correta lhe dará confiança e os resultados obtidos em suas árvores lhe darão enorme satisfação evitando perdas de tempo e enormes prejuízos financeiros. Este é o meu conselho.


Nenhum comentário: